quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Visão

O Desafio e a Visão

Havia um sonho. Todos se diziam dono dele. Muito embora o seu proprietário fosse o grande DEUS. A vontade de realizá-lo era peculiar a todos. Que, inclusive, sabiam do preço altíssimo que deveriam pagar.
A largada já havia sido dada, sob a égide do grande DEUS. Dia após dia a caminhada era vitoriosa. Todos os obstáculos eram ultrapassados. E os seus opositores, derrotados.
A sua fama alastrava-se de ponta-a-ponta. Todos sabiam que ninguém poderia obter tanto sucesso. Senão, sob o comando de um ser superior: DEUS.
Esta foi a realidade do povo de Israel por muito tempo, durante a sua caminhada rumo à Terra Prometida. Mas, em um interregno entre o local onde se encontrava e o alvo almejado, surgiu um grande desafio, que deveria ser vencido, obrigatoriamente. Pois era a ponte para avançar à próxima fase. Sem esta vitória seria impossível realizar o sonho: tomar posse da Terra Prometida.
O referido desafio balançou a estrutura de muitos. Que, inclusive, deixaram de olhar o sonho como das outras vezes: corajosamente, determinados, otimistas, entusiasmados, e, sobretudo, crendo que o SENHOR os faria vencedores. Entretanto, alguns não procederam da mesma maneira, como a maioria: olhando incredulamente, tendo o desafio como insuperável e invencível, cheio de pessimismo. Pois, acreditavam que o SENHOR estava no comando e a vitória era certa. Afinal, DEUS já havia dado muitas provas nos desafios anteriores.
Todos nós sabemos que, a oportunidade pode ser única, não permitindo, em hipótese alguma que, aquele que a perdeu consiga-a de volta. Infelizmente, a maioria do povo de Israel perdeu a oportunidade de realizar o seu sonho. Porque olhou o desafio com uma perspectiva errada.
Verdadeiramente, a maneira como nós olhamos os desafios fala muito a nosso respeito. Pois, revela quem somos, a força e a fé que possuímos.
Eles não conseguiram passar à próxima fase. Ficaram pelo meio do caminho. Mas tiveram as mesmas oportunidades que os vencedores.
Talvez, grande gamista, esta seja a sua realidade. Você está diante de um desafio. Não sabe se avança ou se retrocede. A tentação de desistir é tenaz. Aparentemente, a mais fácil e melhor alternativa. Haja vista que o sonho se torna cada vez mais distante e impossível.
Lembre-se: todo desafio enfrentado sob o comando divino é vencido, quando diante de Deus nos ajoelhamos em oração. Quando estamos em pé, lutando, apenas fazemos aquilo que compete ao homem fazê-lo. Pois, a parte divina já houvera sido feita. Para meditar: Números 13 e 14.


Josué Nery